15 de jul de 2013

MEMÓRIAS FICTÍCIAS - CARINA CORÁ


Salve, salve, pessoal! Hoje preparei uma novidade muito bacana para vocês! A partir de hoje, a Carina Corá é parceira aqui do blog. Estou aguardando a chegada do livro e em breve publico aqui para vocês! Ela foi muito receptiva comigo, muito atenciosa. Sem contar que o livro é realmente incrível! Espero que vocês tenham gostado da primeira autora parceira do blog. E Carina, muito obrigado!

Para quem ainda não conhece o livro, veja só que incrível:


Título: Memórias Fictícias
Autora: Carina Corá
Editora: Novos Talentos
Idioma: Português
Número de páginas: 208
“A casa rangia. O barulho da chuva no telhado não me permitia volta a dormir. A escuridão do quarto fazia-me ficar em estado de alerta. Eu tivera um sonho conflituoso e ao mesmo tempo mágico, somente me lembro da figura eminente de uma torre, uma torre de paredes nuas, sem janelas Alguém me chamava de lá, alguém pedia socorro. De repente, apreceram dois grandes olhos. Olhos como eu jamais vira antes. Não vou conta-lhe o que vi neste sonho, pois não é o momento certo para tal revelação.” ( Trecho da orelha do livro)


No livro um mundo imaginário perdido no limbo de uma casa abriga relações misteriosas de uma família. Através dos relatos de Coralina de Lilá, Bianca Giacomina e Érus, os leitores irão atravessar o fino limiar entre a realidade e a ficção. Agora, confiram uma entrevista da Editora Novos Talentos com a Carina:

Novos Talentos: De onde surgiu a ideia do enredo de Memórias Fictícias? 

Carina Corá: Escrevo desde pequena pela vontade de expressar certas angústias. Acredito que as ideias foram acontecendo conforme a necessidade de escrever sobre determinado tema. Relendo certos contos e o livro Memórias Fictícias, percebo que o enredo surgiu de minha inquietação pela tênue diferença entre realidade e ficção. 

Novos Talentos: Quais são as suas influências literárias? Como podemos encontrá-las no seu livro? 

Carina Corá: Minhas influências literárias passam por Jorge Luís Borges, Franz Kafka, Lygia Fagundes Telles, Érico Veríssimo e Machado de Assis. Borges é quem está mais presente no livro, pois foi ele quem primeiro colocou em mim o gérmen do questionamento sobre o que é realidade com o conto “As Ruínas Circulares”. 

Novos Talentos: O que os leitores podem esperar de seu primeiro livro? 

Carina Corá: Espero que os leitores mergulhem, retornem à superfície e se questionem sobre as mesmas perguntas que eu tentei responder ao escrever Memórias Fictícias. Acredito que eles se apaixonem por esse mundo mágico, porém humano

Sobre a autora

Carina Zatti Corá nasceu em Caxias do Sul, RS em 12 de fevereiro de 1993. Escreve contos e peças de teatro há anos. Iniciou o desenvolvimento do livro Memórias Fictícias ainda no Ensino Médio e o concluiu em seu intercâmbio na Dinamarca. Lá criou um blog como diário virtual com dicas para futuros intercambistas. Sempre buscando a escrita, cursa Teatro na Universidade Federal do Rio Grande do Sul onde trabalha como bolsista na área de recepção teatral e criação dramatúrgica. Em 2012, a Editora Novo Século proporcionou a oportunidade de publicação do primeiro livro da autora.




Um abraço!

Um comentário :

  1. Parabéns pela parceria! Li a resenha que a Bia fez de Memórias Fictícias, estou com muita vontade de lê-lo e saber o que você achou dele. :)

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir