14 de jul de 2013

RESENHA: NÃO CONTE A NINGUÉM - HARLAN COBEN


Não Conte A Ninguém é uma obra que vai arrancar suspiros e causar mistérios sem previsões.


Título: Não Conte A Ninguém
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Idioma : Português
Número de Paginas : 256
Classificação: ★★★★



SINOPSE: David Beck e sua esposa Elizabeth comemoram o aniversário de seu primeiro beijo quando uma tragédia interrompe o clima de romance: Elizabeth é brutalmente assassinada. O caso acaba sendo resolvido e o assassino, condenado. No entanto, David não consegue superar a morte de Elizabeth. Depois de oito anos, ainda se lembra de todos os detalhes. Mas é no dia do aniversário de morte de Elizabeth que a história realmente começa. Uma estranha mensagem aparece no computador de David, uma frase que somente ele e a esposa conhecem. De repente ele depara com o que parecia impossível - em algum lugar, de alguma maneira, Elizabeth está viva. Ele é advertido para que não conte a ninguém e envolve-se em um sombrio e mortal mistério, sem saber que já está sendo seguido por alguém que o tentará deter antes que descubra toda a verdade. 

"Parecia um sussurro sombrio ao vento. Ou talvez um frio na espinha. Alguma coisa. Uma canção estérea que apenas Elizabeth e eu podíamos ouvir. Uma tensão no ar. Alguma premonição qualquer." (Não Conte A Ninguém, Harlan Coben.)

O mais interessante, é a maneira em que o autor escreve. A forma em que ele descreve todo o cenário, as falas e sentimentos são realmente incríveis. É o tipo de leitura, em que, você começa a criar um próprio suspense. Ele produz isso. É algo misterioso, sem muitas explicações às vezes. No decorrer de toda situação, é impressionante a forma em que o Dr. David Beck lida com todo o acontecido. Ele vem sentindo a mesma dor durante 8 anos e, acredito eu, que ele sempre teve uma leve suspeita de que ela estaria viva.  

Não posso esconder que, chega em determinada parte do livro em que eu achei algumas enrolações. Mas, me surpreendi com o autor na maneira em que ele começa a revelar os mistérios escondidos na narração. O livro é narrado em narrador-personagem, onde, o Dr. Beck acaba prendendo a atenção do leitor. No continuar da leitura, foi quando eu acabei entendendo o motivo da capa do livro, que depois disso, nunca a observei como da maneira de quando comprei. 

"Eu a observo o tempo todo. Quase não fecho os olhos. Meus sonhos perversamente se inverteram. Agora é neles que a perco, é nele que ela está morta novamente e eu estou sozinho. Por isso, estou sempre segurando-a. Não desgrudo dela. Preciso desesperadamente dela. E ela de mim." (Não Conte A Ninguém, Harlan Coben.)


Espero que tenham gostado.
Um abraço! 

5 comentários :

  1. Nossa, parece ótimo. Adoro mistérios e narrativas cheias de sentimentos. Queria poder ler todos os livros que quero... Mas esse já entrou pra lista de "com certeza". :)

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é ótimo Gabi! Vale muito à pena você colocar ele na sua estante.

      Um abraço!

      Excluir
  2. Oi, Matheus! Ganhei esse livro no sorteio de um blog e concordo contigo: um pouco enrolado em algumas partes, mas surpreendente em outras. Ótimo para quem gosta de mistério e suspense. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vane! Foi uma sorte boa demais, em? Realmente existe uma enrolação, mas o autor me surpreendeu bastante. Enfim, é um ótimo livro!

      Um abraço!

      Excluir
  3. Uau, realmente fantástico, adoro narrativas do gênero. Essa história até me lembrou, de certo modo, o mito grego de Orfeu, que vai ao mundo dos mortos resgatar a amada e, quando a resgata, não pode olhar para trás. Ótima resenha, fiquei ansioso para ler o livro!

    Abraços!!

    http://pecasdeoito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir